sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008


A iniciativa do pessoal de A Trolha de criar um glossário da criminalidade é uma iniciativa admirável pelo desafio que se tem pela frente. Criar um dicionário não é pouca coisa, ainda que esteja limitado a uma determinada temática.

Trouxe de minhas terras o dicionário “PUTO EL QUE LEE” (algo assim como “veado quem lê isto”), de insultos, injúrias e impropérios, que foi editado ano passado pelo pessoal de Barcelona (clique na imagem para ampliar).

Reparem na interessante maneira de ilustrar algumas expressões, como os “grandes filhos da puta” da Argentina e do mundo.

Garca. adj. abreviatura de oligarca. Bem aponta Saussure que existe uma tendência a confundir (fundir em uma) ambas acepções. “Mauricio Macri* é o garca número um”/Pessoa de classe alta que jamais trabalhou na sua vida. “Mauricio Macri é o garca número um”./Traidor, que não cumpre o prometido “O garca de Borocotó o garcou ao garca de Mauricio Macri”.

*atual chefe de governo de Buenos Aires

Um comentário:

Xacal disse...

Don Alejandro,

Gracias pela repercussão...
Paralelamente a edição dos verbetes em português "usted" poderia identificar aqueles que na língua portenha tenham mesma grafia, porém significados diferentes, por exemplo:
Trincar: estado de euforia/hiper-atividade causado pelo uso de cocaína.
Trincar (espanhol): manter relação sexual, fornicar.

Abraços.