segunda-feira, 8 de junho de 2009

Era uma vez....

Há muito, muito tempo atrás (3 dias) houve uma operação policial em Campos, onde se cumpriram mandados de busca e apreensão direcionados a apurar os desvios de recursos de uma empresa municipal para os cofres de seu ex-diretor e empreiteiros. Pouco depois os envolvidos foram soltos e o acontecer blogueiro-campista voltou ao seu ritmo normal.

Dizem os memoriosos que houve também uma CPI investigando o mesmo caso, e os mais idosos recordam uma grande operação chamada "Telhado de Vidro" que teria acontecido em tempos ancestrais. Mas tudo parece indicar que são divagações fantasiosas que não se correspondem com a realidade.

2 comentários:

Herval Junior disse...

KKKKKKKKKKKK! Eu sou dessa época,Gustavo.
Uma operação que deve ter custado vários milhares de reais e em menos de 12 horas estavam todos soltos. Ou se muda a constituição para se evitar esse festival de Habeas Corpus ou a impunidade cresce na mesma proporção que cresce a corrupção, ou seja , rápida.O crime do "colarinho branco" compensa , para os "sem-vergonhas" e safados que surrupiam dibheiro público.
Abraço, Gustavo!

Xacal disse...

meus caros,

a despeito dos excessos, é bom que se diga:

a operação não resume a prisão dos envolvidos, embora essa parte cumpra um importante rito pedagógico, em uma sociedade que assiste a poucos eventos como esse:

helicópteros à beira da sacada de apartamentos de luxo, já ocupados por policiais armados...

por dez, quinze, vinte horas ou minutos, essa imagem seria inimaginável há bem pouco tempo, e demonstra que, a partir de agora, se a sociedade assim desejar, a polícia e a justiça deve manter esses colarinhos brancos sob sua mira...

a frustração da soltura dos envolvidos não pode obscurecer o seguinte:

as provas foram recolhidas, as investigações permanecem e pode haver, sim, a recuperação do dinheiro...

mas não nos enganemos, para que isso ocorra, é preciso maturidade de todos os setores: imprensa, sociedade e Estado...

é verdade, a espetacularização é ruim...

mas como já disse, é bom que a TV se acostume a operações em bairros chiques, e não só em morros...

quem sabe, depois, quando tudo isso for normal, deixe de ser notícia, e aí, a polícia possa fazer seu trabalho sem a necessidade de propaganda para se proteger das retaliações...